domingo, 25 de setembro de 2016

Barão e Cris Cyborg lutam no UFC em Brasília e não decepcionam


A luta começou com os dois acertando jabs ao mesmo tempo um no outro. Barão tomava mais a iniciativa da luta, e Nover lutava no contra-ataque. Em uma investida do brasileiro, o americano acertou um upper curto de direita e derrubou Barão, que se levantou rapidamente. A luta prosseguiu com os dois se movimentando no centro do octógono, e Barão buscando entrar e sair em velocidade do raio de ação do rival. O americano manteve a postura de atenção e revide até o intervalo.
A luta passou a ser disputada na curta distância, e após alguns golpes, Barão tentou travar Nover na grade, sem sucesso. A 30s do fim, o brasileiro buscou mais uma queda, derrubando Nover e mantendo-o no chão até o fim.


Pelo sonho de fazer uma luta principal na maior organização de MMA do mundo, Cris Cyborg voltou a enfrentar uma atleta desconhecida do grande público e precisou passar por processo sacrificante de corte de peso. A semana foi intensa, recheada de dúvidas sobre se ela conseguiria alcançar a marca de 64kg, já que a companhia não tem a sua divisão de origem, que é a dos penas (até 66kg). Neste sábado, uma imagem ainda pareceu mostrar que ela não atingiu. Nada que abalasse o fenômeno que é esta lutadora. Contra Lina Lansberg, ela voltou a não tomar conhecimento de sua adversária, assumiu a responsabilidade de carregar nas costas o UFC Brasília e não decepcionou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário