sábado, 10 de setembro de 2022

Na escola e na avenida, os nossos versos do dia a dia são repletos de poesia


     Na tarde do dia 08 de setembro de 2022, o autor do livro "Poemas do meu viver", Endrison dos Santos, desfilou no desfile cívico em alusão ao 7 de setembro realizado pelo Colégio Arca de Noé. Entre o poeta alto-rodriguense  estavam biografias de escritores consagrados como Vinicius de Moraes, Ruth Rocha, Cecília Meireles entre outros. Os alunos além da presença do escritor fruto da terra tiveram também a oportunidade de levarem para avenida, poemas do poeta como:


Meus domesticados


O meu cachorro
É um vira-lata
E o meu gato,
Autodidata.

O meu hamster
É o Théo José,
Um roedor
Meigo e sedutor.

Meu passarinho,
Um canarinho.
É bom de bola
E frequenta à escola.

Já o meu galo é o Briola
Que vive sempre a cantar,
Mas minha galinha,
A Francisquinha
Prefere tagarelar
Com a vizinha
Sem parar.

E tem a Íris,
O meu peixe
Arco-íris
Que adora
O Seu Alcides,
O meu Melanoides
Tuberculata.


Independência do Brasil


Há duzentos anos surgiu
a independência do Brasil!

Foi um Imperador que gritou...
às margens do Ipiranga ecoou
e num período de incerteza
o Brasil foi reinado pela realeza.

Há duzentos anos surgiu
A independência do Brasil!

O vento que avançava de Portugal,
agora tremula nossa bandeira
estampando um orgulho nacional
de cores vivas e de beleza brasileira.

Há duzentos anos surgiu
a independência do Brasil!

Viva o Brasil! E seus filhos adorados
desejando uma plena liberdade
Para um povo nutrido de bondade.

Há duzentos anos surgiu
a independência do Brasil!

Uma nação de terras continentais
que adoramos e não esquecemos jamais,
pois portamos no peito os nossos nobres ideais.


Lugar do meu viver


O Alto é o lugar do meu viver!
Berço de um filho amado
E terra que me viu crescer
Com muito amor edificado.

A história da minha cidade
É linda e fácil de aprender.
Herança do capitão Rodrigues 
Que aqui escolheu para viver.

Na fazenda do capitão
Foi surgindo um povoado
E aos poucos foi crescendo
Sendo município elevado.

No lugar onde vivemos
Tem um antigo casarão
Fruto da nossa história, 
Pois pertencia ao capitão.

No meu Alto do Rodrigues
Há muito esporte e lazer,
Cultura, fruticultura e royalties
Suficientes para gente viver.

Às margens do Piranhas-Açu
Sua beleza é uma fonte natural
Junto com a brisa da sua várzea
Que nos abraça de modo visceral.

Tudo aqui é muito cativante:
O pôr do sol é lindo e radiante!
Os filhos daqui são fascinantes!
E o poeta, dos versos, um amante!


Quem sou eu?


Quem sou eu?
Não sei!
Sou o que sente.
Sou aquele que sofre.
Sou aquele que chora.
Sou aquele que se alegra.
Sou aquele que sorri.
Sou criança quando posso.
Sou adulto sendo moço.
Sou lugar do ouro negro.
Sou pensamento.
Sou razão.
Afinal, quem sou eu?
Não sei!
Sou o amor,
pois ódio não sou.
Sou aquele que tem fome
de crescimento.
Aquele que tem sede
de viver.
Aquele que tem vontade
a todo tempo de amar.
Afinal, quem sou eu?
Talvez aquele
que muitos queriam ser
por causa do meu poder.
Meu passado foi
no cabresto.
Meu presente não
vivo na solidão.
Meu futuro…
crescer ou não crescer?
Eis a questão.


       Esses são apenas alguns de tantos outros poemas escritos pelo escritor fruto da nossa terra que vocês podem conferir no livro "Poemas do meu viver: autobiografia poética". 

        Questionado sobre a homenagem do Colégio Arca de Noé a convite da supervisora Verónica Leal, entre os grandes da literatura brasileira, o autor fruto da terra comentou que não se assustou com os "grandes" porque eles já foram pequenos e não se sentiu "pequeno", porque são os insensíveis que não são capazes de enxergarem o quanto ele é  "gigante". O poeta ainda falou que os escritores nascem na escola, já a poesia e os poetas em qualquer lugar!

Macimina Baracho

















sábado, 27 de agosto de 2022

SARAU POÉTICO TEM A PARTICIPAÇÃO DO FRUTO DA TERRA



  O Sarau Poético foi realizado por todas as turmas do Colégio Arca de Noé e contou com a coordenação da professora de Língua Portuguesa Damiana Rodrigues, envolvendo toda equipe escolar, inclusive a diretora Ionara Rodrigues que também é poetisa.




   Para desenvolver as atividades, os alunos realizaram algumas leituras de poemas e poesias de diversos autores consagrados na literatura brasileira.



 As atividades culturais e apresentações deram um tom de poesia ao Sarau Poético realizado por alunos sob coordenação dos professores do Colégio Arca de Noé.



   Para desenvolver as atividades, os alunos contaram com a presença do "Fruto da terra" (Escritor e pofessor Endrison dos Santos) que apesar de ter nascido em Pendências, foi gerado em Alto do Rodrigues, viveu em Assú  "A terra dos poetas", mas escolheu Alto do Rodrigues para viver. O mesmo conta que está com planos de desenvolver um projeto literário junto a turminha do 4º ano "C" na escola da rede municipal onde trabalha, para onde levará seus textos e também poemas de outros escritores brasileiros, sempre buscando incentivar a leitura e a produção de textos literários. O projeto é intitulado de: “Café com Pedal literário”.



  O escritor e professor é um apaixonado por Alto do Rodrigues e faz questão de enaltecer em seus poemas, esse amor pelo município.



Tradicionalmente são homenageadas pessoas consagradas, mas o Colégio Arca de Noé fez questão de prestigiar um talento da terra. Emocionado com a valorização, o escritor e professor Endrison elogiou a iniciativa do Colégio e principalmente pela participação dos alunos no Sarau Poético. O professor lembrou que tudo começou com o (JEAN) Jardim Escola Arca de Noé e destacou seu agradecimento em ter tido a honra de trabalhar nesta instituição.



   "Eu fiquei muito emocionado com essa iniciativa e valorização, porque nosso município infelizmente tem a cultura enraizada de valorizar os que são de fora e os nossos talentos são apenas reconhecidos quando são valorizados fora da nossa cidade, mas não me assusto com os "grandes" porque eles já foram pequenos e não me sinto "pequeno", porque são ELES que não são capazes de enxergarem o quanto sou "gigante"! Comentou o escritor.

              Macimina Baracho
 


















domingo, 24 de julho de 2022

Arquivo Confidencial com o Professor e Escritor Endrison dos Santos

    O professor e agora de fato escritor foi surpreendido com um arquivo confidencial pelas amigas e familiares! O escritor comentou ao nosso blog essa homenagem emocionante:

      "Como foi lindo e emocionante realizar meu sonho de publicar o meu primeiro livro e poder oferecer uma noite de lançamento para minha família e meus amigos (as). Esse arquivo confidencial foi sem dúvidas algo inesquecível que chego a comparar com o nascimento dos meus filhos e das minhas netas. Que noite linda e emocionante!!!"


"Obrigado minha família e meus amigos (as)!!!"

(Macimina Baracho)

sábado, 23 de julho de 2022

Fala do escritor Endrison dos Santos

 


De julho a julho


Não consigo me imaginar

vivendo em outro lugar

e com pouco vou vencendo

sem da vida reclamar.


Nunca é tarde pra recomeçar

e coisas boas conquistar

mesmo distante do seu lugar

que tanto aprendeu amar.


Aqueles que ainda

não me conhecem, prazer!

Eu sou paixão

com muito pé no chão.


Aos que me conhecem,

sabem que sou humor

e em qualquer estação,

vivo a vida com amor.


Conheço várias pessoas

com diplomas diversos,

mas por dentro são vazias

sem estrofes e nem versos.


Também conheço pessoas

que mal sabem escrever,

porém, educadas e lindas

no seu modo de viver.


Como servidor público

aprendi a abrir portão

com muita satisfação

e educar com o coração.


Do capinador

ao professor…

ainda continuo

sendo um sonhador.




sexta-feira, 22 de julho de 2022

Escritor como contrapartida entrega 10 livros para Secretaria de Cultura e Turismo de Alto do Rodrigues



O escritor Endrison dos Santos entrega os livros a Edicea Neves, Secretária Adjunta de Cultura e Turismo de Alto do Rodrigues.
Foto: Karen Joelly

  O escritor Endrison dos Santos, 43 anos, fez no último sábado (16 de julho) uma doação de 10 exemplares de seu primeiro livro publicado (Editora Autografia) à Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Alto do Rodrigues. Os exemplares das obras “Poemas do meu viver: autobiografia poética”, ficarão disponíveis para os frequentadores e visitantes da biblioteca Municipal.


  O professor e escritor considera importante fazer essas contribuições e colocar os livros para circular para que mais gente aumente seu repertório por meio de uma autobiografia poética.


  De acordo com o professor Endrison, todo escritor estreante enfrenta pelo menos três problemas: escrever, publicar e ser lido. Escrever não é fácil, pois muitas vezes as palavras são frutos dos sofrimentos, sentimentos e vivências exitosas ou não, que são marcas inevitáveis da personalidade do escritor. Todo esse processo é uma labuta árdua, onde as conquistas e os fracassos andam de mãos dadas. Escrever é, primeiramente, vencer a si mesmo, sem temor ou coisa parecida, ou seja, transferir os conflitos pessoais aos seus poemas.


  Segundo o autor, o grande problema enfrentado por um escritor estreante é uma missão quase impossível no Brasil: publicar um livro. Não por falta de editoras, mas por falta de recursos financeiros e de leitores.


  Ele comenta que os custos da publicação e distribuição de um livro são extremamente altos e apenas uma pequena parcela da população possui renda para comprá-los com regularidade e uma parcela menor ainda possui o hábito da leitura. Parte dessa falta de hábito é cultural, principalmente na nossa região. Muitos pais não incentivam as crianças e adolescentes a lerem. Contudo, essa obra segundo o autor, somente foi possível através de um projeto enviado  à Secretaria Municipal de Cultura de Turismo de Alto do Rodrigues. O projeto foi apreciado pelo Conselho de Cultura e aprovado por meio do Fundo Municipal de apoio à cultura.


 O terceiro problema que um escritor estreante tem de enfrentar é como fazer para ser lido. Este, sem dúvidas de acordo com o autor, foi o seu maior temor. Ele comenta que fica muito triste quando ver a ausência de leitores, principalmente com a poesia. Não vale a pena escrever se não for lido, nem que seja por um crítico. Algumas pessoas próximas não querem ler um poema ou algo parecido escrito por alguém igual a eles, isto seria uma afronta para os inteligentes ao nosso redor, mas o escritor afirma: "Se eu consigo, eles também e talvez melhor."

 
Quem é o escritor


  Endrison dos Santos tem 43 anos. Foi gerado em Alto do Rodrigues e nasceu no Hospital maternidade Levani de Freitas em Pendências, no Rio Grande do Norte. Atualmente, mora em Alto do Rodrigues. O autor foi Vendedor itinerante, Servente de pedreiro, Porteiro vigilante, professor de aulas de reforço, Capinador, Auxiliar de Serviços Gerais, Porteiro. Hoje é Escritor e Professor. Conheceu apenas um outro Estado, a Paraíba quando realizou dois concursos públicos para Professor, sendo aprovado nos dois, mas decidiu não assumir. Viveu 16 anos na "Terra dos poetas" no município de Assú. O autor comenta que não nasceu em Assú, mas bebeu na fonte.


  Endrison se considera uma pessoa resiliente, um “sobrevivente” com sua história de vida comovente. A sua obra impressa está sendo vendido no site da Editora Autografia e também nas plataformas digitais por meio de E-books com preços bem acessíveis a todos.
(Macimina Baracho)





quinta-feira, 21 de julho de 2022

Nota de agradecimentos pela noite de lançamento do livro Poemas do meu viver.

           Prezados amigos e amigas e familiares,

Quero transmitir toda a minha gratidão por aqueles que na noite de ontem compareceram e fizeram parte daquele momento que, certamente, nunca mais apagarei da minha memória.

Vocês fizeram desta noite, um momento muito especial para mim e para minha humilde família. A todos, um carinhoso e sincero agradecimento do fundo do meu coração!

Meus sinceros agradecimentos para nossa mestre de cerimônias, Jozilene Menezes. Mulher de muitas qualidades que tanto admiro e sou super fã.

Gratidão pela minha amiga Fatinha ter comparecido ao evento e ter representado a igreja católica dando a bênção em nome do nosso bom Deus. Obrigado minha amiga fraterna.

Agradeço a presença da minha inspiradora professora Vera Borges, ao lado de sua filha encantadora e muito simpática, Ivanoska, bem como seu genro e seu netinho lindo.

Meus sinceros agradecimentos a Mislene Morais (Leninha) que nesta noite representou com elegância e consideração o nosso Deputado George Soares.

Agradeço também a tia Joana Cunha, por ser uma pessoa de um enorme coração e sabedoria.

Em nome de Vaneide Santos agradeço a todas as minhas amigas professoras e demais funcionários da Escola Municipal Luiz Moreira, pois coube a essa mulher de fibra, o prefácio que faz do meu livro uma obra preciosa. Além de palavras que me encheu de alegria.

Agradeço a minha linda Aluna Ana Clara que também foi autora do prefácio. Que com toda angelicalidade representou todos os meus alunos e alunas.

A Secretaria de Cultura e Turismo de Alto do Rodrigues, na pessoa da nossa Secretária Adjunta Edicea Neves, os meus mais sinceros e profundos agradecimentos.

O meu carinho e admiração a Irani Cunha, Secretária Municipal de Educação.

As nossas gestoras Elizabete e Alzenir, o meu muito obrigado e gratidão.

E o que dizer de Makleyton, Mércia, Verônica Buffet e sua maravilhosa equipe... obrigado e os meus singelos agradecimentos. Tudo perfeito!!!

Jamais podemos esquecer de nossa amiga Chaguinha que sempre está nos ajudando com sua generosidade.

Gratidão meu cunhado A. Silva, suas palavras dignificam minha alma.

A minha mãe Gracinha, meus irmãos Zoma e Titico, minhas irmãs Nenen, Milonga e Kainha, cunhada, Adriana, sobrinhos e sobrinhas que encheram o meu coração de felicidade.

Obrigado Monalisa, Jéssica, Elijones, Elione, Leandro, Júnior, João Gabriel, Sarinha, Sarah, Mayane e Bia.

Gratidão a Deus pela vida da minha esposa Adriana, meus filhos Drinny e João Vitor, minhas netinhas Endilly e Ana Sophia, e não posso esquecer das minhas noras Karyane e Vitória que muito me ajudou. Agradeço as minhas cunhadas e ao amigo Lázaro pela consideração.

Quero dizer também, que é nos momentos mais difíceis, que percebemos que os amigos são o que de mais importante temos na vida. E é também nos momentos de felicidades, que descobrimos quem realmente é um amigo de verdade.

Estas palavras são dirigidas em especial para todos os presentes que foram os responsáveis diretos para que o meu sonho tornasse realidade.

 

Estas palavras são pequenas diante da dimensão de felicidade que vocês participantes me proporcionou.

Também jamais posso esquecer de três amigas que a Educação me deu de presente na vida, A minha amiga Andreia, Antonia Marreiro e ela que fico encantado com sua beleza interna e inteligência, Edlayne Fernandes "A feia mais linda". Cheiro minhas amigas.

Escrevendo essas linhas, veio na minha lembrança as escritas e áudios de alguns amigos e amigas convidadas que por motivos de doenças e outros compromissos ou esquecimentos mesmo não puderam estar presentes. Mesmo assim obrigado!

Um grande abraço e espero com carinho que quem adquiriu o meu livro "Poemas do meu viver" gostem dos meus escritos. Gratidão!!! Joelly e Jeffinho não esqueci de vocês dois não!! A bichinha não dormiu não! Obrigado de coração!

(Professor e escritor Endrison dos Santos)

Noite de autógrafos marca Lançamento do livro "Poemas do Meu Viver"

Na noite do último sábado (16 de Julho), foi realizado o lançamento do livro "Poemas do meu viver: autobiografia poética" do Professor e escritor Endrison dos Santos, o livro já é um sucesso entre os leitores, que compareceram ao auditório da Escola Municipal Luiz Moreira da Silva para prestigiar o autor alto-rodriguense e garantir seus exemplares autografados.

Sobre o livro

 


O livro “Poemas do meu viver: autobiografia poética”, conta a história do autor através de poemas e versos cheio de poetude nos revelando emoções e significados da vida de um ser humano tão maravilhoso que chega a transbordar nostalgia. Com mais de quarenta poemas embebedados de paixão para serem lidos com gotinhas de amor.

O autor se revela poeta por meio de suas histórias de vida cheias de pormenores, onde cada poema tem um significado especial na vida do autor e, para o deleite do leitor, além da relação poesia e história de vida, o escritor apresenta também, comentários sobre um de seus poemas.


Com prefácios da professora e motivadora Vaneide Santos e da aluna Ana Clara, o livro tem poemas belíssimos e uma narrativa empolgante, capaz de nos transportar ao passado e descrevê-lo com sua poetude.

 


Confira trechos do livro

 


“O Alto do Rodrigues tem se mostrado mais maduro, pois está sendo notório o anseio do povo e de novos governantes por investimentos e desenvolvimento para nossa cidade. A Educação do nosso município tem sido um dos destaques com um dos melhores Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do estado do Rio Grande do Norte.”

Não quero no meu poema:

o preço do gás de cozinha,

do álcool, da gasolina,

do óleo de soja, da farinha…


Da luz,

do telefone,

do açúcar,

da carne…


Do azeite,

do feijão,

do leite

e do pão.


“Com a criação da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), a cultura do município tem revelado grandes talentos, especialmente na música e nas artes cênicas. Além de financiamento através de mecanismos de fomento à cultura.”

 


Às vezes facultamos o coração

pra gente da gente morar

e aos poucos vão plantando

coisas lindas no seu caminhar.

 


“Mas nem tudo são flores e precisa urgentemente de ações porque a insegurança toma conta de uma cidade tão pequena e tem causado a perda repentina de muitos jovens, pois infelizmente buscam motivação nas drogas para seus “problemas”.”

 


A feminista que plantou
A semente da igualdade
Não somente germinou
A árvore da felicidade,
Mas cresceu e frutificou
No peito da sociedade.


O evento foi transmitido ao vivo pelo Instagram do escritor @endrisonsantos. Confira a cobertura fotográfica do evento na galeria a seguir.

(Macimina Baracho)












































































Na escola e na avenida, os nossos versos do dia a dia são repletos de poesia

     Na tarde do dia 08 de setembro de 2022, o autor do livro "Poemas do meu viver", Endrison dos Santos, desfilou no desfile cívi...