sexta-feira, 24 de abril de 2015

As Escolas Luiz Moreira, Fco. de Oliveira e Walfredo Gurgel participaram da avaliação do X FESTUERN em Mossoró!


Professores e coordenadores artísticos dos municípios de Mossoró, Alto do Rodrigues, Pendências, Lajes, Patu e Apodi participaram de uma reunião de avaliação do X FESTUERN promovida pela Pró-Reitoria de Extensão (PROEX/UERN) na tarde do 23 de abril no Auditório do curso de Música, Campus Central.


Conduzida pelo Pró-Reitor de Extensão, prof. Etevaldo Almeida, e pela diretora de Educação, Cultura e Arte, profa. Márcia Regina, a reunião teve como objetivo ouvir os professores e aprimorar o projeto do FESTUERN, que entra em sua 11ª edição neste ano de 2015.


Aliando a arte e a cultura de forma pedagógica, o FESTUERN vem ao longo dos anos auxiliando a formação de crianças e adolescentes.


Além da avaliação, o encontro serviu para lançar o tema do XI FESTUERN – “Culturas e Saberes Tradicionais”. O Festival está confirmado para o mês de Outubro no Teatro Municipal Dix-huit Rosado. O cronograma de inscrição de escolas será divulgado em breve. “Já estamos articulando os patrocinadores e trouxemos para esta reunião a proposta de implantar um troféu permanente”, concluiu Etevaldo Almeida.


terça-feira, 21 de abril de 2015

"Descobrimento" do Brasil!!! (Macimina Baracho)




"Descobrimento" do Brasil

Oficialmente o Brasil foi descoberto pelos portugueses no dia 22 de abril de 1500. Não obstante, já havia habitantes na América. Por isso, o termo correto seria “achamento” e não “descobrimento”.

Essa data de 1500 é facilmente refutada, pois em 1496 Portugal e Espanha assinaram o Tratado de Tordesilhas dividindo a América entre os dois. Além disso, há indícios de que os fenícios tenham chegado a terras brasileiras por volta do séc. VI a.C.

No início da colonização  portuguesa, Pero Vaz de Caminha escreveu ao rei de Portugal relatando como era a terra nova, sua flora e fauna. Concluiu que os habitantes precisavam ser catequizados, mas não relatou presença de ouro ou outros minerais, o que logicamente não deu entusiasmo ao rei para colonizar essa terra.

Macimina Baracho


Tiradentes: a descoberta da farsa!!! Morrer por esse país, nem morto!! (Macimina Baracho)

A descoberta da farsa: Há 46 anos (1969), o historiador carioca Marcos Correa estava em Lisboa quando viu fotocópias de uma lista de presença na galeria da Assembleia Nacional francesa de 1793. Correa pesquisava sobre José Bonifácio de Andrada e Silva e acabou encontrando a assinatura que era o objeto de suas pesquisas. Próximo à assinatura de José Bonifácio, também aparecia a de um certo Antônio Xavier da Silva. Correa era funcionário do Banco do Brasil, se formara em grafotécnica e, por um acaso do destino, havia estudado muito a assinatura de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. Concluiu que as semelhanças eram impressionantes. Tiradentes teria embarcado incógnito, com a ajuda dos irmãos maçons, na nau Golfinho, em agosto de 1792, com destino a Lisboa. Junto com Tiradentes seguiu sua namorada, conhecida como Perpétua Mineira e os filhos do ladrão morto Isidro Gouveia. Em uma carta que foi encontrada na Torre do Tombo, em Lisboa, existe a narração do autor, desembargador Simão Sardinha, na qual diz ter-se encontrado, na Rua do Ouro, em dezembro no ano de 1792, com alguém muito parecido com Tiradentes, a quem conhecera no Brasil, e que ao reconhecê-lo saiu correndo. Há relatos que 14 anos depois, em 1806, Tiradentes teria voltado ao Brasil quando abriu uma botica na casa da namorada Perpétua Mineira, na rua dos Latoeiros (hoje Gonçalves Dias) e que morreu em 1818. Em 1822, Tiradentes foi reconhecido como mártir da Inconfidência Mineira e, em 1865, proclamado Patrono Cívico da nação brasileira.

Macimina Baracho


domingo, 19 de abril de 2015

No Rio Grande do Norte não se comemora o dia do índio! Se pede perdão pelo seu extermínio!


A constante veiculação de notícias na TV e em outros meios de comunicação envolvendo grupos indígenas de diversas partes do país em busca da posse de terras cuja presença ancestral lhes outorga o direito de legítimos donos ou mesmo de seus rituais e danças deve chamar a atenção dos potiguares, habitantes do estado do Rio Grande do Norte.


Por outro lado, pode ser que tais notícias nem façam parte do rol de interesses dos norte-rio-grandenses. Afinal de contas o Piauí e o Rio Grande do Norte, segundo a Fundação Nacional do Índio (FUNAI), não possuem, oficialmente, populações indígenas.


Ironicamente, os naturais ou habitantes do Rio Grande do Norte são chamados de potiguares, numa alusão aos índios Potiguar, que habitavam a costa do estado quando os europeus aí aportaram.

                Macimina Baracho


sexta-feira, 17 de abril de 2015

Presídios! Eu troco dois por meia dúzia de outros benefícios do Estado! (Macimina Baracho)


Eu troco dois por meia dúzia: troco dois presídios por aumento de policiais na cidade, Companhia de Polícia na cidade, um Campus da Uern na cidade, Hospital da Criança na cidade, Escola Técnica para os Jovens da cidade e Clube Estadual de Esportes e Lazer na cidade.

Benefícios e Malefícios da vinda de um presídio:

Nos últimos dias, um assunto tem deixado inquieta a cidade de Alto do Rodrigues, a construção de dois presídios na cidade, sendo de grande relevância analisar os pros e os contras.

Sem dúvida o principal impacto será o financeiro, deve vir para o Município: milhões de reais, agentes penitenciários, administradores, psicólogos, dentistas, além do aumento do efetivo da Polícia Militar e um juiz da Vara de Execuções Penais.

Há relatos de cidades onde foram construídos presídios, confirmam o vantajoso lado financeiro, mas, em contra partida, traz familiares e comparsas de presos, que na maioria das vezes, via telefone celular combinam a prática de crimes na região.

Onde há presídios, aumenta a marginalidade, e o mais preocupante é a rota de fuga que deve ser Alto do Rodrigues, devido à proximidade do sistema prisional. A realidade pode ser bem pior, haja vista, que segundo informações vindas da imprensa, os pequenos presídios construídos em algumas cidades, servirão para separar facções criminosas.
 “O sistema penitenciário brasileiro é uma bomba relógio que corre o seríssimo risco de gerar incontáveis explosões, tragédias humanas incalculáveis".

Penso que a população de Alto do Rodrigues deve ser consultada, ouvir o povo não doí nem tira pedaços. “ O povo pensa”.
Por fim, entendo que a luta contra o crime é dever de todos os cidadãos e do Estado. Porque não trocar dois por meia dúzia!  

                   Macimina Baracho



domingo, 12 de abril de 2015

ALTO DO RODRIGUES-RN, Lazer e Diversão no Circo do palhaço "Cremozinho"!




Com diversas atrações, o Circo do Palhaço "Cremozinho", chega no Alto do Rodrigues, com grandes espetáculos. Instalado no Centro da cidade, na avenida Ângelo Varela, o espetáculo começa a partir das 20h30.
Não perca este grande espetáculo do Circo do Palhaço "Cremozinho", que estreia com o preço promocional de R$ 5,00. Está confirmada a participação de um artista ganhador do quadro "Se Vira nos Trinta", do Domingão do Faustão.

sábado, 11 de abril de 2015

PROJETO: JOGOS INTER-CLASSE/EM LUIZ MOREIRA DA SILVA



PROJETO
JOGOS INTER-CLASSE

JUSTIFICATIVA

As aulas de Esporte da Escola no Programa Mais Educação/Escola Municipal Luiz Moreira da Silva são de extrema importância na formação e no desenvolvimento das capacidades e habilidades motoras dos alunos. Vale lembrar que o estímulo e o incentivo devem partir do professor onde o mesmo deve mediar e orientar tal formação.
Dessa forma é importante que se coloque em prática o seu aprendizado. Com esse pensamento o Coordenador do Mais Educação na Escola  propôs a realização dos jogos Inter-Classe, com o intuito de promover a interação social entre os alunos e para que os alunos possam colocar em prática os seus conhecimentos sobre o futsal.

OBJETIVO GERAL

A realização desses jogos tem o objetivo geral de avaliar o grau de conhecimento dos alunos com relação ao futsal, bem como a promoção da interação social entre os alunos da escola e do Programa Mais Educação.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

- Avaliar o grau de conhecimento dos alunos sobre o futsal.
- Promover interação social entre os alunos da escola e do Programa Mais Educação.
- Promover atividades visando a quebra de rotina no ambiente escolar.
- Incentivar a pratica de atividades saudáveis.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

- Alongamento, aquecimento;
- Jogos de futsal entre classes.

METODOLOGIA

Os jogos serão divididos em três  etapas: a primeira composta por 4 turmas: A, B, C e D do 3º ano; a segunda composta por 4 turmas: A, B, C e D do  4º ano e a terceira composta por 4 turmas: A, B, C e D do 5º ano.

PROGRAMAÇÃO

Os Jogos Inter-Classes serão realizados durante os dias 11, 18 e 25 de abril, durante os sábados, das 08:00 horas às 11:00 horas.

LOCAL

Os Jogos Inter-Classes serão realizados na quadra da Comunidade.

MATERIAIS

- 10 Coletes Brancos;
- 10 Coletes Amarelos;
- 02 Bolas de futsal;
- 02 Apitos;
- 02 jogos de cartão;
- Cronômetro;
- Canetas;
- Caderno;
- 01 par de Rede de futsal.
Coordenador Endrison dos Santos



domingo, 5 de abril de 2015

Fla vence fácil e complica o Flu, que perde Fred para jogo decisivo!


Classificado, Rubro-Negro faz 3 a 0 e se consolida na primeira posição. Tricolor precisa vencer o Madureira na última rodada para avançar.

Jogadores de Fla e Flu imitam gesto de Luxa em protesto antes do clássico.
Atletas colocaram a mão na frente da boca e usaram uma fita preta preso ao uniforme dos dois clubes representava a insatisfação com a Federação de Futebol do Rio. A atitude já era esperada, mas a dúvida pairava sobre qual seria o ato. Antes do Fla-Flu começar, se confirmou que os jogadores do dois clubes, em litígio com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), protestaram contra a entidade. Eles colocaram a mão na frente da boca, em alusão ao ato de Vanderlei Luxemburgo na entrevista coletiva.


Globoesporte.com


sexta-feira, 3 de abril de 2015

O motivo da minha felicidade é que às vezes me deparo com pessoas de verdade!


Vivemos em um mundo de mentiras, falsos sentimentos, atitudes forçadas, hipocrisia. Tenho a impressão de que o mundo é montado, tem roteiro, personagens.... pura ficção. É só uma impressão. Observo tudo ao meu redor com muita atenção e cada detalhe é considerado, e o que eu vejo? Sorrisos fingidos, amores traídos, gente pisando em gente, um ar contaminado pela inveja. Mesmo assim apesar de não frequentar à igreja acredito em dias melhores e o maior motivo da minha felicidade é que às vezes me deparo com pessoas de verdade, que olham no olho, são transparentes, sem mistérios. Elas são aquilo que se mostram para você. Estas pessoas de caráter admirável e sentimentos puros não se deixam levar pela onda de falsa devoção. O jeito é respirar fundo e ficar atenta àqueles que realmente fazem a vida valer a pena.

                Endrison dos Santos

Arquivo Confidencial com o Professor e Escritor Endrison dos Santos

    O professor e agora de fato escritor foi surpreendido com um arquivo confidencial pelas amigas e familiares! O escritor comentou ao noss...